sábado, 16 de março de 2013

Antes de qualquer coisa, quero agradecer pela solidariedade de vocês com aquela questão do adoçante. Já foi resolvida. Comprei mais dois e, agora, deixo um na bolsa e outro no meu quarto. Não confrontei minha mãe nem nada, porque ela seria capaz de me fazer engolir um pacote de açúcar.

Acho que, quanto mais minha vida se afunda na merda, menos eu venho aqui expor isso. Engraçado, porque o sentido de ter um blog pessoal é não acumular esses sentimentos ruins. É claro que eu preciso ser do contra. Necessidade de sofrer quietinha quando as coias são mais sérias, talvez seja pela incapacidade de formular uma boa piada.

O lado bom disso tudo é que nada funciona como a dieta do desgosto. E lá se vai o peso que eu ganhei enquanto estava nervosa com a apresentação de um trabalho...

3 comentários:

  1. Se quer saber, sinto em vc muita coragem...!
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quando eu não tenho mais para onde fugir... Aí sim, encaro o que devia ter encarado há tempos, sofrendo sempre as consequências desse atraso. Mas obrigada por sentir isso em mim.

      Excluir
  2. Ah mas vc tem que vir aqui e desabafar, vai chegar uma hora que vc vai ''explodir'', estamos sempre aqui de braços abertos para tentar te entender pq afinal sofremos praticamente as mesmas coisas todos os dias né ?
    Beijinhoooooos, estva com saudades de vc !!

    ResponderExcluir